Japão busca ajuda dos EUA para resfriar usina nuclear

País tenta evitar catástrofe nuclear após reatores da usina de Fukushima entrarem em colapso

AE, Agência Estado

14 de março de 2011 | 15h02

O Japão solicitou o auxílio dos Estados Unidos para controlar a situação em suas danificadas usinas nucleares, após o terremoto e tsunami na sexta-feira passada, afirmou hoje a comissão regulatória nuclear americana.

 

Veja também:

blog Twitter: Siga a correspondente Cláudia Trevisan, que está no Japão

especial Infográfico: Entenda o terremoto maiores tragédias dos últimos 50 anos

documento Relatos: envie textos, vídeos e fotos para portal@grupoestado.com.br

som Território Eldorado: Ouça relato do embaixador e de brasileiros no Japão

mais imagens Galeria de fotos: Tremor e tsunami causam destruição

blog Arquivo Estado: Terremoto devastou Kobe em 1995

"O governo japonês pediu formalmente a assistência dos Estados Unidos, no momento em que continua a responder às questões relativas ao resfriamento da usina nuclear geradas por um terremoto e um tsunami em 11 de março", afirmou a agência, conhecida pela sigla NRC.

 

 "Como parte de uma resposta mais ampla do governo dos EUA, a NRC está considerando possíveis respostas ao pedido, que incluem o fornecimento de conselhos técnicos."

A NRC já enviou dois especialistas em reatores do mesmo tipo daqueles que apresentaram problemas no Japão, como parte de uma equipe da Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (Usaid). Eles estão "atualmente em Tóquio oferecendo assistência técnica", revelou a NRC.

Além disso, a NRC monitora a situação nos reatores japoneses de sua sede em Maryland 24 horas por dia, porém "não irá comentar de hora em hora os acontecimentos dos reatores japoneses". A agência nota que essa questão é primariamente de responsabilidade do Japão.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoterremototsunamiEUAajuda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.