Japão chama de volta embaixador na China por ilhas

O embaixador do Japão na China, Uichiro Niwa, voltou para Tóquio para consultas em meio a renovadas tensões entre os dois países sobre ilhas disputadas no Mar do Leste da China. Niwa retornou ao Japão neste domingo, após uma ordem do ministro de Relações Exteriores japonês, Koichiro Gemba.

AE, Agência Estado

15 de julho de 2012 | 12h50

Niwa afirmou a jornalistas no aeroporto de Pequim que as consultas vão se concentrar em recentes acontecimentos relacionados às ilhas conhecidas como Senkaku em japonês e Diaoyutai em chinês. O Japão controla as ilhas inabitadas, mas China e Taiwan exigem soberania sobre os territórios.

Alguns legisladores japoneses pediram que Niwa seja demitido. Parlamentares conservadores criticaram o embaixador no mês passado por indicar que se opunha aos planos para nacionalizar as ilhas para fortalecer o poder de Tóquio sobre o local. Niwa acredita que isso prejudicará seriamente as relações entre Japão e China.

Na semana passada a China enviou navios para a área em sinal de desafio aos japoneses. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ilhasdisputaChinaJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.