Japão confirma primeira morte no terremoto de 24 de julho

Tremor de 6,8 graus deixou mais de 100 feridos e paralisou temporariamente algumas fábricas

Efe,

30 de julho de 2008 | 03h11

O governo japonês confirmou a primeira morte causada pelo terremoto que sacudiu o nordeste do país no dia 24 de julho. O tremor deixou mais de 100 feridos e paralisou temporariamente algumas fábricas. Segundo o diário japonês The Japan Times, as autoridades locais da cidade de Iwaki, na província de Fukushima (nordeste), anunciaram na terça-feira à noite que o terremoto matou uma mulher de 64 anos. A vítima, que não teve sua identidade revelada, caiu da cama no hospital onde estava internada no momento do terremoto e sofreu uma hemorragia cerebral, segundo as autoridades. O terremoto de 6,8 graus de magnitude na escala aberta de Richter ocorreu à 0h26 da quinta-feira passada (12h26 de quarta-feira em Brasília), com epicentro a 108 quilômetros de profundidade na região litorânea da província de Iwate (nordeste).

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.