Japão decide sanções contra Coreia do Norte na sexta-feira

Antes do lançamento do foguete, o governo japonês mostrou intenção de prorrogar sanções

Efe,

06 de abril de 2009 | 04h55

O governo japonês decidirá na sexta-feira, 10, novas sanções contra a Coreia do Norte após o lançamento de seu foguete de longo alcance, que poderiam representar um embargo nas exportações, informa nesta segunda-feira a agência local Kyodo.

 

Veja também: 

linkSucesso do foguete norte-coreano é mistério para Seul

linkONU não chega a consenso sobre sanção à Coreia do Norte

linkCoreia do Norte dispara foguete e aumenta tensão na região

link Conselho Segurança da ONU convoca reunião de emergência

video Roberto Godoy analisa a tensão entre Pyongyang e EUA

lista Conheça o arsenal de mísseis norte-coreano

lista Cenário: Até onde vai a tensão com a Coreia do Norte?

 

A política de sanções de Tóquio contra a Coreia do Norte será decidida em reunião do gabinete prevista para a sexta-feira 10, confirma o ministro e porta-voz japonês, Takeo Kawamura.

 

Antes do lançamento do foguete norte-coreano, o governo japonês tinha indicado sua intenção de prorrogar suas sanções contra o país, que expiram na segunda-feira 13, durante um ano mais em lugar dos seis meses frequentes.

 

O Japão impôs as sanções econômicas contra a Coreia do Norte depois do teste nuclear realizado no regime comunista em outubro de 2006.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãosançõesCoreia do Norte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.