Japão desliga último reator ativo e ficará sem energia nuclear

A empresa japonesa Hokkaido Electric Power desligou neste sábado o último reator nuclear ativo no país, deixando o Japão, o terceiro maior consumidor de energia atômica no mundo, sem nenhuma eletricidade de origem nuclear pela primeira vez desde 1970.

REUTERS

05 Maio 2012 | 12h41

A crise na usina nuclear Fukushima Daiichi, da Tokyo Electric Power, na qual houve vazamento de radiação depois do terremoto e tsunami de março do ano passado, abalou a confiança da população na energia nuclear e impediu o religamento dos reatores fechados para manutenção regular.

A intervenção no reator começou por volta das 11h (horário de Brasília), quando a geração de energia seria zerada. A unidade deve ser desligada completamente nas primeiras horas de domingo no Japão.

O desligamento significa que todos os 50 reatores do Japão ficarão desconectados, marcando o primeiro dia livre de energia nuclear no Japão desde maio de 1970.

Mais conteúdo sobre:
JAPAO NUCLEAR DESLIGA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.