Japão detecta radioatividade a 30 quilômetros da costa--AIEA

Cientistas japoneses encontraram concentrações "mensuráveis" das substâncias radioativas iodo-131 e césio-137 em amostras de água do mar retiradas a 30 quilômetros da costa, disse nesta quinta-feira a agência de fiscalização nuclear da ONU.

REUTERS

24 de março de 2011 | 16h41

"As concentrações de iodo estavam acima dos limites regulatórios japoneses, e os níveis de cérios estavam bem acima desses limites", disse a Agência Internacional de Energia Atômica.

Autoridades japonesas enviaram à agência dados de amostras coletadas em 22 e 23 de março, após terem detectado iodo e césio na água perto da danificada usina nuclear de Fukushima Daiichi, atingida pelo terremoto e o tsunami da semana passada.

"O Laboratório Marítimo da AIEA em Mônaco recebeu dados para revisão", disse a AIEA.

(Reportagem de Fredrik Dahl e Michael Shields)

Tudo o que sabemos sobre:
JAPAONUCLEARRADIOATIVIDADECOSTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.