Ministry of Defense via AP
Ministry of Defense via AP

Tóquio detecta suposta violação das sanções contra Pyongyang impostas pela ONU

Avião militar japonês viu o petroleiro norte-coreano Yu Jong 2 navegando ao lado de um embarcação de nacionalidade desconhecida em alto mar, segundo o Ministério das Relações Exteriores do Japão

O Estado de S.Paulo

21 Fevereiro 2018 | 05h33
Atualizado 21 Fevereiro 2018 | 08h01

TÓQUIO - O Japão informou que detectou novos movimentos suspeitos de violação das sanções contra a Coreia do Norte impostas pela ONU, depois de observar um intercâmbio entre um navio marcado com caracteres chineses e uma embarcação norte-coreana, informou o Ministério japonês das Relações Exteriores. Este é o terceiro incidente apontado por Tóquio desde o início do ano.

+ Presença norte-coreana nos Jogos Olímpicos custará US$ 2,6 milhões a Seul

Na sexta-feira 16, um avião militar japonês viu o Yu Jong 2, um petroleiro norte-coreano, navegando ao lado de uma embarcação de nacionalidade desconhecida em alto mar, indicou o ministério japonês em um comunicado. O incidente aconteceu a 250 km da cidade chinesa de Xangai.

+ Convite da Coreia do Norte para cúpula em Pyongyang cria dilema para Seul e aliados

O barco sem bandeira tinha quatro caracteres chineses "Min Ning De You 078", que podem ser transcritos como "Província Fujian, cidade Ningde, petroleiro 078", informou o ministério. Tóquio relatou o incidente ao Conselho de Segurança da ONU.

"Depois de uma avaliação completa, o governo japonês suspeita fortemente que estes realizaram um intercâmbio entre os barcos", algo proibido pelas resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

O incidente acontece no momento em que a atenção global está voltada para a participação da Coreia do Norte nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, na Coreia do Sul. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.