Japão diminui nível de alerta de tsunami

A Agencia de Meteorologia do Japão anunciou neste sábado que somente a ilha de Hokkaido, ao norte do Japão, não está mais sob o risco de um tsunami, mas as outras regiões permanecem em alerta. Oficiais japoneses ordenaram o cancelamento da evacuação dos 85 mil residentes da costa de Hokkaido.Um terremoto de 8,3 graus na escala aberta de Richter atingiu a costa norte do Japão, no Pacífico, desencadeando alertas de tsunami e enviando milhares de residentes do leste do arquipélago para locais de maior altitude.O sismo aconteceu por volta das 13h24 (horário local) a uns 500 km ao leste das ilhas Etorofu, entre o norte do Japão e Rússia. Segundo a agência japonesa, às 14h39 (3h39 de Brasília), o nível do mar baixou 10 centímetros nas praias da localidade de Nemuro. O fenômeno é considerado um sinal de que ondas de grande altura estão a caminho. Algumas áreas já foram atingidas por ondas de um metro. Segundo as autoridades, a altura das novas ondas pode ser maior que a anunciada, dependendo da morfologia do litoral.Em Honolulu, o Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico emitiu uma advertência sobre o risco de ondas fortes atingirem também Taiwan, Filipinas, Guam, Havaí e algumas das ilhas Aleutas, oeste do Alasca, devido ao mesmo tremor.Em 26 de dezembro de 2004, um terremoto de magnitude 9 na Ilha de Sumatra na Indonésia desencadeou ondas gigantes que atingiram a região e deixaram ao menos 230 mil mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.