Japão e Coréia do Norte realizam conversas informais na China

Objetivo é fixar uma data para as negociações de seis lados sobre o programa nuclear de Pyongyang

EFE

14 de outubro de 2007 | 02h53

Representantes do Japão e da Coréia do Norte realizarão neste domingo conversas informais na localidade chinesa de Shenyang, na busca da normalização de suas relações bilaterais, informou a agência japonesa "Kyodo". Song Il-ho, enviado norte-coreano para a normalização de relações com o Japão, e Shigeo Yamada, diretor da Divisão do Nordeste da Ásia do Ministério japonês de Exteriores, estão em Shenyang para participar das conversas.  O objetivo principal é tentar fixar uma data para retomar as conversas formais do grupo de trabalho formado pelo Japão e Coréia do Norte dentro das negociações de seis lados sobre o programa nuclear de Pyongyang. A última reunião desse grupo aconteceu em setembro em Ulan Bator, na Mongólia, sem que se resolvessem suas grandes diferenças, e agora ambas as partes buscam fixar a agenda para o próximo encontro formal.Esta semana, o número dois da Coréia do Norte, Kim Yong-nam, afirmou que seu país está prestando atenção às ações do novo primeiro-ministro do Japão, Yasuo Fukuda, para avaliar suas políticas para o Japão.Em entrevista concedida às agências "Yonhap" e "Kyodo", Kim também afirmou que para a Coréia do Norte o assunto dos cidadãos seqüestrados por Pyongyang nas décadas de 1970 e 1980 para usá-los em sua estratégia de espionagem é um caso encerrado, algo com o que o Japão não concorda.

Tudo o que sabemos sobre:
Coréia do NorteJapãoPyongyang

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.