Japão e Rússia devem retomar negociações territoriais

Após anos de impasse diplomático e, apesar de uma persistente desconfiança, Japão e Rússia concordaram neste sábado em dar mais uma chance às negociações de décadas destinadas à assinatura de um tratado de paz para acabar com as hostilidades da Segunda Guerra Mundial.

AE, Agência Estado

08 de setembro de 2012 | 12h09

O presidente russo, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, tiveram a segunda reunião neste ano na cidade de Vladivostok, no extremo Oriente da Rússia. Ambos decidiram iniciar as conversas vice-ministeriais no outono (do Hemisfério Norte) sobre as disputas pelas ilhas que os japoneses consideram ocupadas pelos russos na costa norte do Japão.

Noda e Putin se reuniram por aproximadamente 30 minutos durante uma cúpula anual de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico. As negociações tiveram de ser mais curtas do que os 50 minutos previamente estipulados, já que o presidente russo se atrasou em virtude de compromissos com outros líderes. O premiê japonês propôs uma visita formal à Rússia até o fim do ano para aprofundar as discussões sobre o assunto. Putin disse que o receberá com agrado. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.