Japão: esposa do primeiro-ministro visita tempo da 2ª Guerra

A esposa do primeiro-ministro do Japão, Akie Abe, divulgou nesta sexta-feira pelo Facebook uma foto em que visita o templo Yasukuni, que homenageia os soldados que lutaram na Segunda Guerra.

Estadão Conteúdo

22 de maio de 2015 | 02h29

O tempo é símbolo de tensões políticas com a China e a Coreia do Sul, uma vez que ele também homenageia líderes condenados por crimes de guerra. Visitas anteriores de membros da elite política japonesa geraram protestos e repreensões por parte dos governos vizinhos.

"Esta é a primeira vez em muito tempo que eu visito o templo Yasukuni", escreveu Akie, que também se disse emocionada ao ler cartas enviadas por soldados a suas famílias, hoje preservadas pelo museu Yushukan, situado nas proximidades.

O primeiro-ministro Shinzo Abe evitou visitar o local em abril. Ao invés disso, ele mandou enviar uma oferenda ao templo, na expectativa de apaziguar sua base de eleitores conservadores japoneses, que apoiam o santuário, ao mesmo tempo em que abre espaço para melhorar as relações diplomáticas na região. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoAbeesposaTemplo Yasukuni

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.