Japão está em alerta máximo contra terrorismo

O Japão elevou, hoje, o risco contra terrorismo para o nível mais elevado de sua escala, coincidindo com a mobilização de um contingente pesado de policiais para garantir a segurança em aeroportos, usinas nucleares e repartições públicas. É a primeira vez que o alerta é elevado para o nível máximo desde março de 2003 - vésperas da invasão do Iraque por tropas lideradas pelos EUA. A Agência Nacional de Polícia recusou-se a comentar os motivos que levaram à decisão e nem se houve alguma ameaça formal de ataques. Policiais armados com rifles automáticos foram destacados para os aeroportos de Tóquio e Kansai e para usinas nucleares. A segurança também foi reforçada ao redor da residência do primeiro-ministro, Junichiro Koizumi, da embaixada dos EUA, nas unidades militares e nos prédios das Assembléias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.