Japão: governador de Tóquio renuncia ao cargo

O governador de Tóquio, Shintaro Ishihara, anunciou hoje sua intenção de deixar o cargo para voltar à política nacional e criar um novo partido. "Vou apresentar minha renúncia hoje", disse Ishihara, em uma entrevista coletiva convocada de última hora. Ele foi responsável por desencadear o atual impasse diplomático entre Japão e China sobre a disputa territorial de ilhas no Mar da China Oriental.

Agência Estado

25 de outubro de 2012 | 05h09

Em abril, Ishihara fez uma declaração surpresa de que o governo de Tóquio iria comprar as ilhas Senkaku de proprietários privados japoneses. Isso acabou por catalisar a decisão do governo japonês de comprar e nacionalizar as ilhas, o que irritou Pequim.

Segundo traders, a decisão de Ishihara não afetou o mercado. Ele é visto como um político de direita, que pode elevar as tensões com China. Para os analistas, sua saída pode melhorar o ambiente e ocasionar uma desvalorização do iene. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoChinaIshiharaSenkakurenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.