Japão investiga planos da Coreia do Norte sobre satélite

Governo norte-coreano informou que deverá realizar o lançamento no início de abril

Efe,

12 de março de 2009 | 04h29

O governo japonês entrou nesta quinta-feira, 12, em contato com a Organização Marítima Internacional (OMI) para "esclarecer" os planos norte-coreanos sobre o lançamento de um satélite, segundo disse à Agência Efe um porta-voz oficial.  Coreia do Norte confirma lançamento de satélite para abril  A postura oficial do Executivo japonês, da mesma forma que a do Governo sul-coreano, foi sempre contrária ao lançamento de um míssil ou de um satélite pela Coreia do Norte, o que vem sendo especulado há semanas. O Ministério da Defesa do Japão havia sugerido, há algumas semanas, que o escudo antimísseis poderia interceptar um míssil norte-coreano, caso fosse lançado contra seu território. Antes que a agência de notícias norte-coreana KCNA confirmasse seus planos de lançar o foguete, Japão e Coreia do Sul reafirmaram nesta quinta-feira seu compromisso de pedir a Pyongyang que desista da ideia. Segundo a agência Kyodo, o chanceler japonês, Hirofumi Nakasone, e o ministro de Assuntos Exteriores sul-coreano, Yu Myung-hawk, mantiveram nesta quinta-feira uma conversa por telefone em que acordaram reforçar sua cooperação no tema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.