Japão leva apenas uma semana para consertar buraco de 15 m de profundidade e liberar avenida

Japão leva apenas uma semana para consertar buraco de 15 m de profundidade e liberar avenida

Trabalhadores se revezaram durante uma semana despejando enormes quantidades de cimento; pessoas expressaram nas redes sociais espanto com a recuperação rápida

O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2016 | 14h36

O buraco gigantesco, com cerca de 30 metros de largura e 15 metros de profundidade, que se abriu em uma movimentado avenida do centro de negócios da cidade de Fukuoka, no sudoeste do Japão, foi consertado exatamente uma semana depois que o solo começou a afundar. 

Pessoas expressaram nas redes sociais espanto na recuperação rápida. "Estou surpreso com a reabertura em uma semana!", disse um usuário do Twitter. "Impressionante", disse outro.

Trabalhadores japoneses se revezaram durante uma semana, despejando enormes quantidades de cimento molhado e areia no buraco e fixando linhas de eletricidade, gás e água que haviam parado depois do acidente.

O sumidouro, que se abriu na última terça-feira, 8, engoliu parte de uma avendia de cinco pistas e foi aparentemente desencadeado pela construção do metrô na área. Além de provocar congestionamento e apagões nas vias próximas, o buraco expôs colunas de apoio de prédios próximos, que foram evacuados.

"Lamentamos muito por causar grandes problemas", disse o prefeito de Fukuoka, Soichiro Takashima, em uma declaração observando que o acesso aos prédios vizinhos estava liberado./COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoObras Públicas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.