Japão: líder do PLD será escolhido no dia 24

Quatro políticos do Partido Liberal Democrata (PLD) apresentram hoje oficialmente suas candidaturas para as próximas eleições, de 24 de abril, ao cargo de líder do partido, que habitualmente detém o cargo de primeiro-ministro do Japão. O ex-primeiro ministro Ryutaro Hashimoto, de 63 anos, ministro de Reforma Administrativa e Assuntos Territoriais, é o candidato com maiores chances de vencer a disputa. Antes de apresentar sua candidatura, Hashimoto pediu desculpas pelos erros cometidos na administração passada (1996-1998) que acabou provocando uma derrota de seu partido nas eleições da Câmara Alta. O ex-ministro da Saúde, Junichiro Koizumi, de 59 anos, se apresentou após abandonar sua corrente política, dirigida pelo atual primeiro-ministro Yoshiro Mori. O objetivo agora é buscar apoio dos legisladores de outros grupos dentro do PLD. O terceiro candidato para o cargo do 55º primeiro-ministro do Japão, é Shizuka Kamei, de 64 anos, chefe de Política do PLD. Taro Aso, de 60 anos, ministro da Economia e Política Fiscal , é o quarto candidato.O primeiro ministro Yoshiro Mori, classificado como o mandatário mais impopular da história do PDL, anunciou na semana passada que pretende renunciar ao cargo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.