Japão: núcleo das encomendas de maquinário cai 11,3%

O núcleo das encomendas de maquinário do Japão, um importante indicador das tendências dos investimentos das empresas, teve queda recorde para seu nível mais baixo em novembro, sublinhando o seguido enfraquecimento da demanda doméstica.

AE-DOW JONES, Agencia Estado

14 de janeiro de 2010 | 06h43

O núcleo das encomendas diminuiu 11,3% em relação a outubro, para 625,3 bilhões de ienes, informou o Escritório do Gabinete de Governo. A média das previsões numa pesquisa feita pela Dow Jones e pelo jornal The Nikkei era de um aumento de 1,2%. O resultado também foi pior do que a redução mensal de 4,5% verificada em outubro. O núcleo das encomendas exclui os pedidos voláteis das companhias de energia elétrica e dos estaleiros.

Por trás da forte queda estão grandes declínios nos pedidos da indústria de manufaturas, que tiveram redução de 18,2%, e das empresas não manufatureiras, cujo total diminuiu 10,6%. O Escritório do Gabinete de Governo disse que a demanda dos setores de telecomunicações e financeiros foi especialmente fraca.

Em outro sinal de deflação na economia doméstica, o Bank of Japan (BOJ, banco central japonês), informou que o índice de preços dos produtos corporativos caiu 3,9% em dezembro, na comparação com o mesmo mês de 2008, no 12º mês consecutivo de declínio. Em novembro, o índice havia apresentado queda revisada anual de 5%. Em 2009, o índice - que acompanha os preços dos bens produzidos internamente e negociados entre as empresas - afundou 5,3%, a maior baixa já registrada. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãoindústriapedidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.