Japão ordena a revisão nas usinas nucleares do país

O governo japonês ordenou revisões de segurança nas 52 usinas nucleares do país e mais 800 estações geradoras não-nucleares, informaram fontes oficiais nesta quinta-feira. A medida faz parte dos esforços para impedir outros acidentes como o que deixou quatro mortos na planta da Kansai Electric Power, em Mihama, na segunda-feira passada (9/8). Enquanto isso, as autoridades continuaram com a investigações sobre o acidente na turbina de refrigeração da Kansai Electric. Até o momento, especula-se que o incidente tenha sido resultado de negligência por parte da empresa. A Agência de Segurança Nuclear e Industrial japonesa informou que a Kansai Electric e outras seis companhias do setor energético tem de revisar seus registros das inspeções nas turbinas de resfriamento das plantas nucleares, a fim de detectar sinais de corrosão quando estes ainda podem ser reparados, disse um funcionário da agência, Koichi Shiraga. As empresas têm até a próxima quarta (18/8) para apresentar os resultados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.