Japão pede a seus cidadãos que abandonem a Ossétia do Sul

O Executivo japonês pediu a seus cidadãos que evitem viajar agora para a Geórgia

EFE

10 de agosto de 2008 | 03h11

O Governo japonês pediu a todos seus cidadãos que abandonem a Ossétia do Sul por causa da intensificação dos confrontos nessa região separatista. O Ministério de Exteriores japonês emitiu um aviso neste sentido na última hora do sábado. Além disso, o Executivo japonês pediu a seus cidadãos que evitem viajar agora para a Geórgia. Na Ossétia do Sul, região separatista pertencente à Geórgia, mas separada de fato desde o início dos anos 90, ocorreram esta semana fortes enfrentamentos entre tropas russas e georgianas, que causaram cerca de 1.500 mortos.

Tudo o que sabemos sobre:
Geórgia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.