Issei Kato/Reuters
Issei Kato/Reuters

Japão pede que embaixador sírio em Tóquio abandone o país

Decisão foi resposta aos contínuos ataques contra civis por parte do regime de Bashar al-Assad

Efe,

30 Maio 2012 | 07h55

O Governo japonês pediu nesta quarta-feira, 30, ao embaixador sírio em Tóquio que abandone o país o mais rapidamente possível, confirmou o Ministério das Relações Exteriores do Japão.

Veja também:

linkEUA expulsam encarregado de negócios sírio após massacre em Houla

linkEspanha segue França e Alemanha e expulsa embaixador da Síria

Segundo indicou um porta-voz ministerial, o chefe da diplomacia japonesa, Koichiro Gemba, convocou o embaixador sírio para pedir-lhe que deixe o país rapidamente, em resposta aos contínuos ataques produzidos contra civis por parte do regime de Bashar al-Assad.

O Japão agiu em linha com os países ocidentais, que ontem começaram a expulsar os embaixadores sírios de suas legações.

 

Mais conteúdo sobre:
Expulsão países Síria Japão embaixadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.