Kyodo News/Arquivo/AP
Kyodo News/Arquivo/AP

Japão poderá comprar ilhas disputadas com a China, diz imprensa

Segundo jornais locais, Tóquio poderia comprar 3 das 5 ilhas em disputa com Pequim por US$ 26 mi

AE, Agência Estado

05 de setembro de 2012 | 08h48

Texto atualizado às 14h26

 

TÓQUIO - O governo do Japão poderá comprar algumas ilhas localizadas no leste do Mar da China que são território do país mas também reivindicadas pela China, reportou a imprensa local nesta quarta-feira, 5.

 

Veja também:

linkSeul rejeita ir a Haia sobre disputa de ilhas com Japão

linkJapão reafirma sua soberania nas ilhas disputadas

documento VISÃO GLOBAL: Olhos puxados ao mar

 

O governo em Tóquio teria concordado em comprar três das cinco principais ilhas, chamadas de Senkaku em japonês e Diayou em chinês, da família Kurihara por 2,05 bilhões de ienes (equivalente a cerca de US$ 26 milhões), informaram a agência de notícias Kyodo News e os jornais Yomiuri e Asahi.

 

Autoridades japoneses não confirmaram o negócio e disseram que as negociações continuam. Pequim respondeu afirmando que a compra seria "ilegal e inválida". A China não reconhece a família japonesa como dona do local, portanto sua reivindicação às ilhas não será afetada mesmo que Tóquio as adquira.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoChinailhasdisputa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.