Japão: primeiro-ministro é acusado de omissão

O primeiro-ministro japonês, Yoshiro Mori, cuja popularidade está em baixa no país, está sendo alvo de duras críticas de políticos e da imprensa japonesa por ter continuado a jogar uma partida de golfe depois de ser informado sobre a colisão do submarino americano com um pesqueiro japonês que transportava estudantes. "Não sei como ele tomou conhecimento do caso, mas acho que deveria ter deixado de jogar golfe imediatamente e regressado a seu gabinete", disse na televisão Takenori Kanzaki, líder do partido Novo Komeito, membro da coalizão de governo. Nove dos 35 ocupantes do navio Ehime Maru continuam desaparecidos. Leia Mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.