Japão protesta contra navios chineses em suas águas

O Japão convocou o embaixador da China em Tóquio para protestar contra a suposta violação de suas águas territoriais em um local próximo à ilhas disputadas pelos dois países. O porta-voz do governo japonês disse que a guarda costeira avistou três navios de patrulha chineses em águas japonesas, perto de uma das ilhas.

AE, Agência Estado

11 de julho de 2012 | 11h09

As embarcações chinesas deixaram o local após alertas da guarda costeira e atualmente estão navegando próximas à fronteira marítima. Autoridades do Japão reiteraram a soberania do país sobre as ilhas, chamadas Senkaku em japonês e Diaoyu em chinês. Cercadas por áreas boas para a pesca, as ilhas inabitadas são um ponto de tensões diplomáticas entre Japão, China e Taiwan, que as reclamam para si.

O porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China, Liu Weimin, disse nesta quarta-feira que a China possuía as ilhas desde a antiguidade. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
JAPÃOCHINADISPUTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.