Japão quer aumentar tarifas sobre importações dos EUA

As autoridades japonesas estão considerando um aumento de 91,9 milhões de dólares (78,1 milhões de euros) por ano das tarifas aduaneiras sobre importações norte-americanas, noticia hoje o diário Keizai Shimbun.Citando fontes do Ministério do Comércio, o jornal japonês adianta que os aumentos em estudo seriam aplicados ao carvão, aço, químicos, têxteis e máquinas elétricas. Esta medida seria uma retaliação contra os norte-americanos, que em março de 2002 aumentaram as tarifas de importação de aço, como forma de proteger a produção industrial do país.As fontes citadas pelo Keizai Shimbun afirmam que, se os Estados Unidos não retirarem estas tarifas, o Japão vai informar a Organização Mundial do Comércio (OMC) da sua decisão no final de novembro.Esta semana, a União Européia ameaçou os Estados Unidos com sanções avaliadas em 2,2 mil milhões de dólares (1,87 mil milhões de euros). Antes, a OMC havia rejeitado a "salvaguarda" norte-americana, considerando-a inconsistente com os acordos de comércio globais.O presidente norte-americano, George W. Bush, reagiu dizendo que "num período razoável de tempo" seria tomada uma decisão acerca do levantamento das tarifas. As informações são da Agência Lusa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.