Japão quer que China explique seu teste de míssil anti-satélite

O governo japonês pediu nesta sexta-feira uma explicação à China pelo teste realizado na semana passada com um míssil balístico capaz de destruir satélites, que causou "preocupação", disse o ministro porta-voz, Yasuhisa Shiozaki.Shiozaki disse que o Japão expressou sua "preocupação" ao Ministério de Relações Exteriores da China, por meio da embaixada chinesa em Tóquio, após ser informado pelos Estados Unidos do teste realizado dia 11 de janeiro."O governo japonês está muito preocupado com a segurança nacional e o uso pacífico do espaço", afirmou o porta-voz do governo japonês.Shiozaki disse ainda que a China deve dar "uma explicação clara para o incidente".No dia 11, um míssil balístico de alcance médio, com base em terra, foi lançado do Centro Espacial Xichang e destruiu um velho satélite meteorológico, a mais de 850 quilômetros de altitude.Segundo o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, Gordon Johndroe, "os EUA acreditam que o desenvolvimento deste tipo de arma por parte da China não condiz com o espírito de cooperação desejado pelos dois países na área espacial civil".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.