Japão quer reatar diálogo multilateral sobre programa nuclear

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse nesta quinta-feira em sua primeira entrevista coletiva de 2007 que aumentaráseus esforços para o "pronto reatamento" das conversas multilaterais sobre o programa nuclear da Coréia do Norte.Abe pediu aos países envolvidos nas reuniões para aplicar assanções impostas a Pyongyang pelas Nações Unidas após o lançamento de vários mísseis e o teste nuclear do ano passado.O primeiro-ministro, que chegou ao poder em setembro, reiterouque o Japão não normalizará as relações com a nação comunista até que se resolvam os casos dos seqüestrados japoneses por parte de espiões norte-coreanos.A Coréia do Norte reconheceu os seqüestros de cidadãos japonesesna segunda metade do século vinte, mas diverge com Tóquio no número de raptos e de quantos ainda estão vivos.Em sua saudação de ano novo, Abe fez repetidas referências a seuconceito de "formoso país", fundamentado no patriotismo propostonas escolas, e mencionou a preocupação pela queda demográfica e sua determinação de reformar a Constituição pacifista.Sobre a política interna, Abe descartou que as eleiçõeslegislativas da Câmara Alta e da Câmara Baixa, previstas para julho, vão acontecer no mesmo dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.