Japão realiza simulação de ataque químico a trem bala

Trezentas pessoas participaram neste domingo da primeira simulação de ataque com substâncias químicas a um trem bala, na cidade de Osaka, no oeste do Japão, informou a agência local "Kyodo".O trem se dirigia de Tóquio a Kyushu, ao sudoeste do arquipélago, e as "vítimas" receberam ajuda do Exército japonês, dos bombeiros e das autoridades locais, além do pessoal da estação de Osaka.No ataque simulado, muitos dos passageiros fingiram ser vítimas de desmaios, náuseas e irritação nos olhos e alguns foram evacuados pela Polícia e por empregados da ferrovia.Algumas partes da estação foram enclausuradas ou descontaminadas de agentes químicos, em procedimentos similares aos realizados no atentado a gás ao metrô de Tóquio, em 20 de março de 1995, quando 12 pessoas morreram e quase seis mil foram afetadas. Nesse dia, membros da seita da Verdade Suprema rasgaram bolsas de plástico com o letal gás sarin no interior dos vagões da linha de metrô Hibiya, e a estação de Kasumigaseki, debaixo dos escritórios do Governo central, foi o núcleo de uma operação de resgate em massa.O trem bala japonês, o pioneiro de todos os trens de alta velocidade do mundo, transportou seis trilhões de passageiros sem nenhum acidente desde sua inauguração, em 1964, para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.