Reuters
Reuters

Japão reativa primeiro reator nuclear após 'Fukushima'

Reator 3 da central de Tomari, construída na ilha de Hokkaido, foi colocado em funcionamento

Agência Estado

17 de agosto de 2011 | 05h19

TÓQUIO - As autoridades japonesas autorizaram nesta quarta-feira, 17, a reativação de um reator nuclear pela primeira vez desde a catástrofe de Fukushima ocorrida em 11 de março, provocada por um terremoto e um tsunami, informou a agência de notícias "Jiji".

 

O reator número 3 da central de Tomari, da Hokkaido Electric Power, construída na ilha de Hokkaido (norte do Japão), foi colocado em funcionamento hoje, após receber sinal verde das autoridades.

O governador de Hokkaido, Harumi Takahashi, um ex-funcionário do Ministério da Economia, Comércio e Indústria, foi quem autorizou o reinício das operações do reator, a pedido da Hokkaido Electric Power.

 

O equipamento havia sido desligado para manutenção em janeiro, com previsão de retomada em abril, o que foi interrompido pelos desastres naturais de março.

 

A partir da catástrofe, houve a necessidade de se cumprir uma série de novos procedimentos de segurança. Assim, o reator permaneceu em testes durante os últimos cinco meses. Mais de cinco reatores ainda não retomaram o funcionamento no Japão, incluindo três na central Kyushu Electric Power, e dois na Kansai Electric Power.

 

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoTóquioreativaçãoreator

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.