Japão revê usinas nucleares suscetíveis a terremotos

O Japão está revendo dados sismológicos das suas usinas nucleares, disse um ministro nesta terça-feira, após a imprensa noticiar a descoberta, pela segunda vez em três meses, de que mais uma instalação atômica foi construída sobre uma falha tectônica ativa.

Reuters

17 de julho de 2012 | 10h12

Essa revisão pode levar a uma desativação permanente de algumas usinas japonesas, alimentando o debate sobre o futuro da energia nuclear depois do desastre de Fukushima, causado por um terremoto e um tsunami.

"Realizaremos audiências para ouvir as opiniões de especialistas a respeito das usinas nucleares que foram consideradas que estavam sobre falhas inativas no passado", disse o ministro de Comércio e Indústria, Yukyo Edano. "Estamos checando todas as usinas."

A imprensa japonesa noticiou nesta terça-feira que escavações analisadas pela Agência de Segurança Nuclear e Industrial do Japão mostraram que há uma falha tectônica ativa sob a usina de Shika, a noroeste de Tóquio.

Em abril, a agência já havia revelado preocupações semelhantes a respeito da usina de Tsuruga, que fica perto de Shika.

(Reportagem de Osamu Tsukimori)

Mais conteúdo sobre:
JAPAONUCLEAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.