Japão suspende uso de canhões de água em usina

O governo do Japão desistiu de usar canhões de água para resfriar os reatores da usina nuclear de Fukushima. O motivo são os altos níveis de radiação, segundo informações da rede de televisão NHK. A operação seria realizada hoje, depois de o governo usar helicópteros para jogar água nos reatores.

AE, Agência Estado

17 de março de 2011 | 08h32

As operações tinham como objetivo estabilizar a situação da usina, onde, desde o terremoto de sexta-feira, incêndios e explosões provocaram vazamento de radiação que elevaram os níveis de alerta da área do entorno para acima do normal.

O governo japonês determinou uma área de evacuação em um raio de 20 quilômetros da usina e pediu que as pessoas que vivem a entre 20 quilômetros e 30 quilômetros de distância permaneçam em locais fechados. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.