Japão: Tepco e bancos negociam novos empréstimos

Negociações potencialmente difíceis envolvendo a Tokyo Electric Power Co. (Tepco) e seus bancos credores começaram nesta semana, disseram, nesta terça-feira, pessoas familiarizadas com o tema. Nos encontros, serão discutidos novos empréstimos para a empresa de serviço público - que esteve no centro da catástrofe que abateu o Japão em 2011.

ROBERTO CARLOS DOS SANTOS, Agência Estado

10 de janeiro de 2012 | 04h09

As conversas ocorrem ao mesmo tempo em que o governo japonês exige que a empresa apresente, até março, um programa "de sobrevivência" a longo prazo. A companhia enfrenta uma potencial falência ou uma possível compra pelo governo, enquanto tenta pagar indenizações às pessoas que foram afetadas pela usina nuclear Fukushima Daiichi.

Atingida pelo tsunami ocorrido em março de 2011, a usina entrou em colapso, que resultou em vazamento de material radioativo. Ao mesmo tempo, a Tepco continua tentando satisfazer a demanda por eletricidade na região de Tóquio, com menos fontes disponíveis de geração de energia. Acredita-se que a Tepco busque 1 trilhão de ienes (US$ 13,01 bilhões) em novos empréstimos, para complementar os 2 trilhões de ienes já negociados, informaram as fontes.

As mesmas pessoas disseram que os bancos exigem três condições para liberar os novos empréstimos: uma injeção de capital por parte do governo, um aumento de 10% na taxa de juros e o reinício, no próximo ano, das atividades de uma usina nuclear da empresa. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoTepconegociaçãoempréstimos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.