Japão testa mísseis defensivos em Tóquio

O Japão deslocou nesta semana caminhõesmilitares para um parque no centro de Tóquio a fim de testar acapacidade de seus interceptadores PAC-3 para abater mísseisdisparados contra a cidade. O país tem dois interceptadores PAC-3 em bases ao redor deTóquio, mas, por causa de seu alcance limitado, eles teriam deser levados para mais perto do centro da cidade em caso deameaça. O Ministério da Defesa disse ter testado o equipamento decomunicação na segunda e terça-feira em um parque de Shinjuku,bairro do centro da capital. O objetivo é avaliar apossibilidade de deslocar o PAC-3 em caso de emergência. Um porta-voz disse que o ministério não deve divulgar oresultado do teste, que usou quatro caminhões com antenas erádios. Os testes também serviram para avaliar os prédios e oterreno da área. O Japão instalou em março passado os interceptadores pertode Tóquio. Em 1998, a Coréia do Norte testou um míssilbalístico que voou sobre o norte do Japão. Em 2006, Pyongyangdisparou novos mísseis e testou um artefato nuclear. O PAC-3 (sigla de Patriot Advanced Capability-3) serve paraderrubar mísseis em sua fase final de vôo. Ele deve sercolocado em mais dois locais perto de Tóquio até o final demarço. Um jornal disse em 2007 que o governo pode colocarinterceptadores perto do palácio imperial em caso de ataqueiminente. O Ministério da Defesa não comentou essa informação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.