Japão vai indenizar vítimas de vaca louca

O governo japonês concordou nesta segunda-feira em pagar US$ 1,2 milhão para um grupo de 20 pacientes que contraíram o mal de Creutzfelt-Jacob depois que receberam transplantes de tecidos cerebrais de bovinos contaminados pela doença da vaca louca.Os tecidos (dura mater, a camada mais externa da membrana cerebral) foram fornecidos pela companhia alemã B. Braun Melsungen e importados pela Nihon BSS.As autoridades sanitárias japonesas autorizaram a importação da dura mater de 1973 até 1997, apesar de em 1987 cientistas americanos terem advertido sobre a possibilidade desse tecido estar relacionado à doença.Os 20 pacientes vão receber indenizações que totalizam cerca de US$ 12 milhões, das quais US$ 1,2 milhão será desembolsado pelo governo, de acordo com Toshiyuki Nomura, do Ministério da Saúde.A companhia alemã e a japonesa pagarão o restante. Há processos similares na Justiça do país sendo movidos por mais 21 pacientes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.