Japão vê desastre em Fukushima causado pelo homem

O acidente nuclear de Fukushima, no Japão, foi um desastre "provocado pelo homem", já que deveria ter sido previsto e evitado, de acordo com o relatório de uma comissão parlamentar que investigou a tragédia.

AE, Agência Estado

05 de julho de 2012 | 11h33

O documento aponta que, pelo menos desde 2006, a Agência de Segurança Industrial e Nuclear do Japão, e o operador da instalação, a Tokyo Electric Power (Tepco), sabiam do risco de uma queda total de energia em Fukushima no caso de um grande tsunami. O relatório acusa a agência e o operador de, "intencionalmente", adiar medidas de segurança, a fim de evitar a interrupção de reatores.

"Fica claro que este acidente foi um desastre provocado pelo homem. Os governos anteriores e o da época, as autoridades reguladoras e a Tepco falharam no dever de proteger a população e a sociedade", segundo o documento.

No dia 11 de março de 2011, um terremoto de magnitude 9,0 e um subsequente tsunami atingiram a instalação em Fukushima e causaram o segundo pior desastre nuclear da história. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
JapãoFukushimanucleardesastre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.