Reuters
Reuters

Japonês de 71 anos é detido após ligar 24 mil vezes para operadora de telefonia

Akitoshi Okamoto é acusado de 'obstrução fraudulenta de negócios' após ligar milhares de vezes para reclamar do serviço prestado pela empresa KDDI

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de dezembro de 2019 | 11h53

TÓQUIO - Um aposentado japonês foi detido por supostamente ter feito 24 mil ligações para reclamar do serviço prestado por uma operadora de telefonia, informaram a polícia e a imprensa local.

A polícia de Tóquio afirmou que Akitoshi Okamoto, de 71 anos, foi detido na semana passada por ter feito milhares de ligações durante oito dias para um número gratuito do serviço de atendimento ao cliente da operadora KDDI

Mas esta pode ser apenas a ponta do iceberg: de acordo com a imprensa, o idoso teria feito milhares de ligações de um telefone público para expressar a insatisfação com a empresa e ofender os funcionários do atendimento ao cliente.

"Exigia que os funcionários da KDDI pedissem desculpas por violação de contrato. Também costumava desligar rapidamente depois de fazer a ligação", afirmou uma fonte da polícia. O aposentado foi detido sob a acusação de "obstrução fraudulenta de negócios", disse a mesma fonte.

O Japão registra um crescente número de problemas sociais provocados pelo rápido envelhecimento da população. Os motoristas mais velhos provocam acidentes de trânsito com frequência e as empresas ferroviárias reclamam dos casos de violência contra funcionários protagonizados por clientes idosos. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.