Japonês esfaqueia 13 pessoas em dois ônibus

Um ataque cometido em dois ônibus por um desempregado japonês armado com uma faca deixou 13 feridos nesta sexta-feira num subúrbio de Tóquio, segundo a polícia e a imprensa.

REUTERS

17 de dezembro de 2010 | 09h31

"Eu queria acabar com a minha vida", disse o à polícia o homem, de 27 anos, segundo a agência de notícias Kyodo.

A imprensa informou que o agressor invadiu um ônibus escolar lotado perto da localidade de Toride, a nordeste de Tóquio, e depois de esfaquear alguns estudantes passou para outro ônibus, de circulação comum. Quatro pessoas foram feridas com a faca, e outras nove se machucaram no tumulto para deixar os veículos.

Uma fonte policial disse que ninguém está em estado grave. Segundo a agência Kyodo, entre os feridos há 11 estudantes de ensino fundamental e médio.

Um policial que trabalha na delegacia da área disse que o homem foi preso depois de ser contido por passageiros do segundo ônibus.

A criminalidade no Japão é baixa em comparação a outros países, mas eventualmente ocorrem ataques que fazem o país questionar a fragilidade de seus vínculos sociais.

Há dois anos, um homem de 28 anos foi preso sob a acusação de matar três pessoas atropelando-as deliberadamente com um caminhão, e de posteriormente matar a punhaladas outras quatro numa área comercial de Tóquio.

(Reportagem de Yoko Kubota)

Tudo o que sabemos sobre:
JAPAOATAQUESONIBUS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.