Japonesa de 61 anos dá à luz sua própria neta

Mulher superou o recorde anterior de outras duas mães japonesas de 60 anos; avó e bebê passam bem

Efe,

22 de agosto de 2008 | 01h38

Uma mulher de 61 anos de Nagano, no norte do Japão, se transformou na japonesa mais velha a dar à luz, após servir como mãe de aluguel para sua filha estéril, segundo informa o jornal The Asahi Shimbun. O diretor da clínica de maternidade de Suwa, Yahiro Netsu, assegurou que a mulher e o bebê estão bem. A mulher ficou grávida com 60 anos e deu à luz sua neta com 61, superando o recorde anterior de outras duas mães japonesas de 60 anos, que deram à luz mediante doação de óvulos e processo de fertilização. Netsu disse que se costuma permitir que mães atuem como mães de aluguel para dar à luz bebês de suas filhas porque "é menos provável que cause problemas depois". Em abril, o Conselho de Ciência do Japão pediu a proibição de gestações de aluguel e sugeriu que casais e médicos envolvidos no procedimento deveriam ser castigados. Mas Yahiro Netsu ressaltou que as mães de aluguel são às vezes a única opção para as mulheres estéreis que desejam ter um filho. O Ministério da Saúde japonês, a Associação japonesa de Obstetrícia e o Conselho de Ginecologia e Ciência do Japão se opõem às gestações de aluguel.

Tudo o que sabemos sobre:
Japão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.