Reuters
Reuters

Jato da Marinha dos EUA bate contra prédio na Virgínia

Pilotos tiveram tempo de saltar da aeronave momentos antes do acidente, segundo o Pentágono, que ainda desconhece as causas; ao todo, seis pessoas foram hospitalizadas

Agência Estado

06 de abril de 2012 | 14h47

Atualizado às 17h06

Um jato F-18 da Marinha dos Estados Unidos bateu nesta sexta-feira, 6, contra um prédio em um bairro residencial em Virginia Beach. Os dois pilotos da aeronave tiveram tempo de se ejetar, segundo o Pentágono. Seis pessoas, incluindo os dois militares, foram encaminhadas a hospitais próximos. Não há detalhes sobre o estado de saúde das vítimas.  

 

Com o impacto, cinco edifícios tiveram danos "importantes', declarou o porta-voz do Corpo de Bombeiros de Virgínia, Tim Riley. Cinco viaturas dos bombeiros, ambulâncias e policiais cercaram a região. O jato pertence à base aérea de Oceana localizada em Virgínia, onde os pilotos fazem treinamento.

 

Em comunicado, as Forças Armadas afirmaram que o acidente ocorreu por volta das 12h (horário local), momentos depois de o jato deixar a base. Ainda segundo o texto, as forças disseram que estão trabalhando em conjunto com as autoridades locais. As causas do acidente ainda não foram esclarecidas. Uma testemunha afirmou ter visto o jato voar abaixo do normal e com fogo em uma das asas.

 

Em fotografias enviadas por testemunhas ao portal de notícias CNN era possível ver fogo e fumaça entre os edifícios. De acordo com a rede de televisão CNN, um dos edifícios atingidos é uma casa e ao menos duas pessoas teriam sido levadas a um hospital da região.

Com informações da Dow Jones, Efe e AP

 

Tudo o que sabemos sobre:
EUAjatoaviãoprédiomarinha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.