Jean Charles: promotoria não processará nenhum policial

Promotores britânicos disseram hoje que nenhum policial será processado pela morte do imigrante brasileiro Jean Charles de Menezes, morto a tiros pela Polícia Metropolitana de Londres logo em seguida aos ataques terroristas ao sistema de transporte da capital britânica em 2005. A promotoria já havia decidido em 2007 não acusar nenhum policial pela morte de Menezes, mas teve que revisar o caso após um júri ter determinado em dezembro do ano passado que o caso tinha "veredicto em aberto".O procurador Stephen O''Doherty disse nesta sexta-feira que não existem provas suficientes de que a polícia tenha cometido qualquer ataque. Menezes foi confundido com homens bombas suicidas e morto a tiros pela polícia londrina em 22 de julho de 2005, quinze dias após terroristas islamitas terem se explodido e matado 52 pessoas no metrô londrino e em um ônibus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.