Jihadistas tomam controle de base militar no noroeste da Síria

Combatentes jihadistas capturaram uma base do exército sírio que está localizada na província de Idlib, no noroeste do país, após dois dias de intensos combates, disseram ativistas.

AE, Estadão Conteúdo

15 de dezembro de 2014 | 10h48

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos e um ativista local que atende pelo nome de Mohammed al-Sayid disse que os membros da Frente Nusra, ligada à Al-Qaeda, e outras facções rebeldes capturaram a base de Wadi Deif na segunda-feira de manhã.

Em uma conta de Twitter, a Frente Nusra da província de Idlib disse que os combatentes estão retirando minas da área após o "campo de Wadi Deif ser liberado".

A captura de Wadi Deif é um duro golpe para o governo sírio, que conseguiu manter o posto sitiado há mais de dois anos e enfrentou repetidos ataques de insurgentes. Rebeldes e a Frente Nusra controlam grande parte do interior da província de Idlib, enquanto as forças do governo dominam a capital provincial, também chamada de Idlib.

Ontem, os rebeldes e combatentes da Frente Nusra tomaram o controle de sete postos do governo nos arredores de Wadi Deif e a base vizinha de Hamidiyeh. As bases de Wadi Deif e Hamidiyeh, que ficam próximas da cidade de Maaret al-Numan, têm sido alvos muito valorizados para os rebeldes, que lançaram vários ataques desde 2012. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.