João Paulo vai comemorar 24º aniversário de pontificado

Ao lado de mais de dez mil "convidados" de diversas partes do mundo, o Papa João Paulo II comemorará, nesta quarta-feira, o 24º aniversário de seu pontificado, o quinto maior da história da Igreja Católica, durante a audiência geral semanal celebrada às quartas-feiras no Vaticano. João Paulo II, de 82 anos, foi eleito Papa aos 58 anos, em 16 de outubro de 1978, o ano da morte de dois de seus antecessores: Paulo VI, que morreu em 6 de agosto, e João Paulo I, em 29 de setembro, um mês depois de sua eleição. O Papa preparou um ato especial para o dia de aniversário: assinará um documento consagrado ao terço, um ritual que ele quer relançar como costume, com as rezas à Virgem e uma série de reflexões sobre os "mistérios" da vida de Maria e Jesus. Trata-se da primeira reforma que afeta o terço desde que São Domingos o introduziu como ritual durante a Idade Média. Esse documento, segundo o Papa, permitirá a redescoberta "da beleza e do sentimento dessa oração", que ele recomenda que seja recitada pela comunidade cristã. Apesar de seus problemas de saúde, já que sofre do mal de Parkinson e foi operado seis vezes ao longo de seu pontificado, João Paulo II, que completará 83 anos em maio, continua a levar uma vida intensa de atividades, ainda que um pouco reduzidas. Para o aniversário, o Vaticano divulgou alguns dados que ilustram o alcance de sua gestão como sucessor de Pedro: 98 viagens ao exterior, durante as quais visitou 129 países e percorreu 1.154.997 km; nesses anos realizou também 142 viagens pela Itália, proclamou 1.297 beatos e 464 santos, concedeu 1.055 audiências gerais reunindo um total de mais de 16,5 milhões de fiéis. Recebeu 1.430 personalidades políticas, entre elas 715 chefes de Estado. Além disso, o papa publicou 13 encíclicas e 93 exortações, constituições e cartas apostólicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.