Reuters
Reuters

Jogador de hóquei que sobreviveu a acidente de avião morre na Rússia

Aleksandr Galimov teve queimaduras graevs por todo o corpo; acidente com Yak-42 matou 43 pessoas

EFE

12 Setembro 2011 | 08h31

MOSCOU - O jogador de hóquei no gelo Aleksandr Galimov, um dos dois sobreviventes do acidente com um avião de passageiros Yak-42 na quarta-feira passada, morreu nesta segunda-feira em um hospital de Moscou.

 

"Infelizmente, Aleksandr morreu", disse à agência "Interfax" um porta-voz do hospital Vishnevski, onde o jogador estava internado desde quinta-feira passada.

 

Um boletim médico emitido pela clínica minutos depois assinalou que apesar dos tratamentos mais avançados Galimov morreu em consequência de "queimaduras incompatíveis com a vida".

 

Na véspera, o jogador de hóquei, de 26 anos, tinha sido submetido a uma operação de transplante de traqueia, segundo informou a emissora de rádio "Vesti FM".

 

Galimov era o único sobrevivente entre os 37 jogadores e técnicos do elenco da equipe de hóquei sobre gelo Lokomotiv Yaroslavl que estavam a bordo do Yak-42, que caiu poucos segundos após decolar por razões ainda desconhecidas.

 

O jogador tinha queimaduras em 80% de seu corpo e nas vias respiratórias, além de contusões nos rins e em um pulmão.

 

No acidente aéreo morreram também sete dos oito tripulantes do Yak-42.

 

O estado de saúde do agora único sobrevivente de acidente, o engenheiro de bordo Aleksandr Sizov, foi qualificado como "de média gravidade" pelos médicos do Instituto Sklifosovski, de Moscou, onde está internado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.