John Sommers II/Reuters
John Sommers II/Reuters

Jogador de liga americana de beisebol é sequestrado na Venezuela

Veículo do atleta foi encontrado perto de Caracas; polícia promete encontrá-lo e prender criminosos

Agência Estado

10 de novembro de 2011 | 16h03

CARACAS - Policiais venezuelanos informaram nesta quinta-feira, 10, que encontraram o veículo usado por homens armados que sequestraram o jogador de beisebol Wilson Ramos, um venezuelano que joga na equipe Washington Nationals, da liga dos Estados Unidos. O sequestro de Ramos colocou novamente em evidência a explosão dos sequestros e da criminalidade na Venezuela.

 

A polícia encontrou o veículo dos sequestradores abandonado em uma cidade próxima a Caracas na manhã desta quinta-feira e está seguindo as pistas, disse o ministro da Justiça, Tareck El Aissami.

 

"Foi uma descoberta importante" ele disse, prometendo resgatar Ramos e capturar os sequestradores. Segundo ele, unidades antissequestro estão lideradas pelos "melhores investigadores que temos" e foram enviadas à região onde ocorreu o sequestro, no Estado de Carabobo.

 

O vice-presidente da Liga Profissional de Beisebol da Venezuela, Domingo Álvarez, disse que os sequestradores ainda não fizeram contato para pedir resgate. Uma pessoa próxima à família de Ramos disse que o jogador estava em casa com seu pai e irmãos quando vários homens armados invadiram a residência "e levaram ele embora".

 

A polícia venezuelana disse que em 2009 foram reportados 618 sequestros e os números crescem rapidamente a cada ano. Em 1998, ano em que Hugo Chávez foi eleito presidente, foram reportados 52 sequestros no país. Especialistas em segurança afirmam que os números verdadeiros de sequestros são muito maiores que os oficiais, uma vez que vários casos nem são comunicados à polícia. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.