Jogador entra no 80º dia de greve de fome

O jogador da seleção palestina de futebol Mahmoud Sarsak, de 25 anos, entrou ontem em seu 80.º dia de greve de fome em uma penitenciária israelense para protestar contra a chamada "prisão administrativa". Al-Sarsak está há 3 anos preso sem ter sido acusado formalmente de nenhum crime. A Anistia Internacional exigiu que Israel pare de utilizar essa prática, "que serve para reprimir atividades legítimas e não violentas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.