John Kerry descarta pedir desculpas à Coreia do Norte

O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, descartou nesta sexta-feira a possibilidade de pedir desculpas para a Coreia do Norte, para assegurar a liberação de dois norte-americanos detidos no país asiático.

Estadão Conteúdo

24 de outubro de 2014 | 16h35

Na avaliação de Kerry, os norte-americanos Matthew Miller e Kenneth Bae podem ser liberados porque são detidos de forma "inapropriada". Na terça-feira, a Coreia do Norte liberou o norte-americano Jeffrey Fowle, que ficou preso durante seis meses por ter deixado uma bíblia em uma casa noturna da Coreia do Norte.

Kerry afirmou que o governo dos EUA está muito feliz com o retorno de Fowle e espera que a Coreia do Norte reconheça que, se liberar os demais, poderá estar melhorando as relações diplomáticas entre Washington e Pyongyang. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUACoreia do NortedesculpasJohn Kerry

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.