John Kerry e George W. Bush iniciam série de debates

O senador John Kerry encerrou os preparativos para o debate desta quinta-feira que travará com o presidente George W. Bush, dizendo que "a verdade" finalmente alcançará o líder americano. Ken Mehlman, o chefe da campanha de Bush respondeu no mesmo tom: ele previu que Kerry terá dificuldade para se explicar aos americanos "dada sua contínua vacilação em assunto depois de assunto". As pesquisas de opinião mostram vantagem confortável para Bush, o que, contudo, está longe de representar uma garantia de vitória, faltando mais de um mês para o pleito de 2 de novembro. Ao mesmo tempo, as sondagens mostram que, embora perto de dois terços dos americanos achem que o país está no caminho errado com Bush, a maioria diz que Kerry não os convenceu e acha o atual presidente mais confiável do que o senador de Massachusetts para conduzir um país em guerra contra o terrorismo."Meu conselho a John Kerry é simples: esteja preparado para o debate mais difícil de sua carreira", escreveu Albert Gore - que perdeu as eleições de 2000 para Bush - em artigo publicado nesta quarta, no New York Times. "O histórico de sua administração é claro: ele é um debatedor habilidoso que sabe tirar vantagem do formato do debate. Porém, mais importante que a capacidade de Bush como debatedor é seu histórico como presidente. Há aí uma oportunidade para John Kerry", concluiu.Kerry tem fama de bom debatedor, mas os vários erros que cometeu durante a campanha aliado ao seu jeito aristocrático e sua dificuldade de explicar suas posições com palavras simples torna Bush o favorito hoje à noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.