Toby Melville/AFP
Toby Melville/AFP

Johnson diz que Reino Unido deve se preparar para Brexit sem acordo comercial

Primeiro-ministro britânico afirma que só haverá negociações se Bruxelas mudar de rumo

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de outubro de 2020 | 12h37

LONDRES - O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse nesta sexta-feira, 16, que é hora de o país se preparar para um Brexit sem acordo comercial, já que a União Europeia se recusou a negociar a sério, segundo ele, e que não haverá um pacto a menos que Bruxelas mude de rumo.

A separação britânica do bloco, que já dura cinco anos, traria caos para as cadeias de suprimento que se estendem pelo Reino Unido e na Europa no momento em que o impacto econômico da pandemia de coronavírus se agrava.

Na quinta, no que deveria ter sido a “cúpula do Brexit”, a UE deu um ultimato dizendo que está preocupada com a falta de progresso, e conclamou o Reino Unido a ceder nos principais obstáculos ou ver uma ruptura de laços com o bloco a partir de 1º de janeiro.

“Concluí que deveríamos nos preparar para 1º de janeiro com arranjos que são mais parecidos com os da Austrália, baseados nos princípios simples do livre comércio global”, disse Johnson. “A menos que haja uma mudança fundamental de abordagem, iremos com a solução australiana. E deveríamos fazê-lo com muita confiança”.

“Está ficando claro que a UE não quer fechar o tipo de acordo do Canadá que pedimos originalmente. Parece curioso que, depois de 45 anos de nossa filiação, eles possam oferecer ao Canadá termos que não querem nos oferecer”. / Reuters 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.