Jordânia detém 20 ativistas do Hamas por contrabando de armas

Vinte ativistas do movimento palestino Hamas foram detidos na Jordânia por seu suposto envolvimento em um contrabando de armas, declarou nesta quarta-feira o porta-voz do governo jordaniano, Nasser Jouda.O porta-voz explicou que estas pessoas foram detidas há três semanas e são acusadas de tentar desestabilizar o país.Jouda fez estas declarações no mesmo dia em que uma delegação liderada pelo chefe dos Serviços de Inteligência palestinos, Tareq Abu Rajab, chegou ao reino hachemita para analisar a suposta implicação de ativistas do Hamas na introdução ilegal de armas na Jordânia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.