Jordânia e Egito enviam médicos para cuidar de Arafat

Jordânia e Egito enviaram médicos nesta quinta-feira para atender o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Yasser Arafat. De acordo com um ministro do Gabinete Palestino, Saeb Erekat, o estado de Arafat é estável na manhã de hoje. Erekat disse que os médicos vindos de outros países irão decidir se o líder palestino precisa ser transferido para um hospital. Israel, que mantém Arafat confinado em um complexo em Ramallah, na Cisjordânia, desde 2002, autorizou sua saída para tratamento.

Agencia Estado,

28 Outubro 2004 | 10h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.