Jordânia investiga morte de três iraquianos em incêndio

As autoridades jordanianas investigam a morte de uma família iraquiana em um misterioso incêndio que arrasou sua casa, em Amã, na madrugada de quarta-feira, disseram neste sábado fontes oficiais.Os mortos são um homem de negócios iraquiano, Naji Lami, de 42 anos, que vivia na Jordânia há 14 anos, sua mulher e a filha do casal."Estamos tentado solucionar o mistério. O carro da família tinha se incendiado na véspera", disse o porta-voz do Departamento de Segurança Pública, Bachir Daaja.Segundo cálculos não oficiais, mais de 800 mil iraquianos vivem na Jordânia. Alguns são simpatizantes do antigo regime de Saddam Hussein, e outros fogem da violência no seu país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.